Doenças


Doença Digital Bovina (DDB)

A DDB é um conjunto de enfermidades que afetam a extremidade dos membros do bovino incluindo pele, tecidos subcutâneo e córneo, ossos, articulações e ligamentos. Representa uma das principais doenças que acometem o gado leiteiro e, em menor proporção, o gado de corte. 

Fazem parte deste conjunto: dermatite digital, dermatite interdigital, flegmão interdigital, hiperplasia interdigital (gabarro), doença da linha branca, erosão do talão, pododermatite asséptica difusa (laminite), pododermatite asséptica localizada, pododermatite circunscrita, pododermatite do paradígito e pododermatite séptica. 

Apesar de haver influência de fatores genéticos no aparecimento da DDB o principal fator de ocorrência é manejo intensivo dos animais, por exemplo: dietas ricas em carboidratos, falta de apara dos cascos e pisos úmidos e ásperos. Pode ser causada, também, pela dermatite digital verrucosa.

Qualquer que seja a causa inicial da DDB, sempre acaba por haver a contaminação da ferida por bactérias, principalmente Fusobacterium necrophorus e Dichelobacter nodosus, podendo ser agravada por miíases e, se não tratada, causa uma infecção e inflamação generalizada do dígito, levando a uma pododermatite séptica ou pododermatite necrótica ou necrosante.

Como reconhecer

Presença de claudicação (manqueira) nos animais e inspeção do casco afetado.

Como tratar

Contenção adequada do animal com rigorosa limpeza e higienização do local, lavando-o com muita água e sabão e esfregando com escova. Realizar remoção dos tecidos lesados, apara do excesso de casco, colocar antimicrobianos (sulfas) e sulfato de cobre e faixa, impermeabilizando-a com alcatrão vegetal. Aplicar antimicrobianos injetáveis: cefalosporinas, tetraciclinas, sulfas, quinolonas. Deixar o animal em repouso, se possível, em um local seco.

Como evitar

O gado de leite que recebe dietas altamente energéticas deve ser tratado com rações tamponadas para se evitar a acidose ruminal; realizar a apara anual dos cascos, no momento da secagem; evitar a presença de umidade, fezes e urina nas instalações; limitar o acesso a várzeas e baixadas úmidas e correção de pisos ásperos e com irregularidades.

É importante que haja um sistema regular de seleção de matrizes e reprodutores, descartando aqueles que possuem predisposição genética para o aparecimento da DDB.

Como medida preventiva, fazer o uso de pedilúvio com cal+ sulfato de cobre+sulfato de zinco, todos a 5%.


Veja mais


  • 01
  • | Total: 1 items